14o. Domingo Litúrgico – Ano B
Tempo Comum depois de Pentecostes

derval dasilio *| jornal teológico |*

mais dd pensando.6A pergunta que se faz, no entanto, é: qual é o “programa” do qual fala o profeta Há problemas com os profetas, nos nossos dias? Há profetas no mundo chamado pós-industrializado? Em face das grandes mudanças ocorridas, o ressurgimento da intolerância e das paixões obscenas por oligarquias, racismo, homofobia, preconceito religioso, e de suas principais expressões culturais, no mundo de hoje haveria lugar para um João Batista e sua proclamação profética sobre a adulteração do sentido da vida?

Uma paráfrase de Calabar, por Chico Buarque, bem caberia aqui: “Não existe pecado no lado de baixo do Equador…”, se aplicada aos pecados estruturais das civilizações do Terceiro Mundo (ou seria o Quarto?). Dá pra entender? Uma expressão latina, corruptio optimi pessima est (a corrupção dos melhores é a pior que existe), identifica o que geralmente vemos acontecendo, tanto no Congresso Nacional como nas câmaras legislativas, estaduais e municipais; nas…

Ver o post original 694 mais palavras

Anúncios